Ainda a Lepra heredo contagio da lepra vias de transmissao da lepra

Opúsculo dividido em três partes sobre a doença hanseníase. Na 1ª parte, trata das informações mais recentes sobre este mal, na época. Na 2ª parte, apresenta uma síntese do que foi debatido na Conferência de Berlim de 1897. E por fim, na última parte, apresenta os novos estudos relativos ao isolamento dos doentes de hanseníase.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/aindaalepraheredocontagiodalepraviasdetransmissaodalepra/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

Administração do Dr. Lauro Sodré

Obra do final do século XIX que faz apologia da adminsitração do Governador que deixava o cargo, o Dr. Lauro Sodré. Contém dados sobre as obras e gastos do governo com obras públicas, sáude, segurança, educação, etc.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/administracaododrlaurosodre/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

Actos e decisões do Executivo Municipal 1897-1901

Trata-se de publicação oficial da Intendência de Belém, contendo a compilação dos atos e decisões tomadas pela administração municipal, durante o período que foi comandada pelo então Dr. Senador Antonio Lemos.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/actosedecisoesdoexecutivomunicipal1897_1901/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A Vida singular de Angelim: a cabanagem

Biografia do líder revolucionário da Cabanagem (1835-1840), Eduardo Angelim. A obra acompanha a sua trajetória, passando pela sua luta até se tornar o 3º presidente cabano da Província do Grão-Pará, até os momentos derradeiros da revolta. Também trata dos fatos da História paraense da primeira metade do século XIX. Obra escrita por sua bisneta Dilke de Barbosa Rodrigues.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/avidasingulardeangelim/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A prophylaxia rural no Estado do Pará

O autor, chefe do Serviço de Saneamento e Prophylaxia Rural no Estado do Pará, apresenta o histórico das ações realizadas pelo órgão até o ano de 1922 contra as doenças (paludismo, lepra, tuberculose, etc.). Apresenta também as ações de saneamento básico realizadas na capital e no interior, bem como a situação dos diversos hospitais, postos de saúde, etc .

 

[koo_button url="/publication/file/livros/aprophylaxiaruralnoestadodopara/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A medicina em Belém: o mesticismo na sociedade belenmense

Duas obras em uma. A primeira trata do estado da Medicina em Belém, mostrando os seus avanços, mas fazendo uma crítica aos profissionais que se utilizavam de práticas consideradas “atrasadas” para a época. A obra critica ainda o interesse dos médicos mais velhos pela política e dos mais novos pelo lucro. A segunda obra apresenta uma crítica do autor ao processo da mestiçagem na sociedade paraense. Para ele, a mestiçagem dos brancos com negros e índios era coisa maléfica para a sociedade e deveria ser evitado. Estudo de cunho preconceituoso, fruto do pensamento e debates da época, em voga no Brasil e no mundo.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/amedicinaembelem/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A Instrucção publica em 1900

A publicação é considerada uma importante contribuição para a discussão sobre a educação pública no Estado do Pará e do Brasil no início do século XX, e é um registro histórico das críticas e sugestões de um especialista em educação sobre o assunto.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/ainstrucccaopublicaem1900/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A fundação de Belém

Obra sobre a “verdadeira data” da fundação da cidade de Belém por Francisco Caldeira de Castelo Branco. O autor lança a polêmica tese de que Belém fora fundada a 3 de dezembro de 1615, e não a 12 de janeiro de 1616. Tal tese seria corroborada pela obra do ex-Governador do Pará colonial, Bernardo Pereira de Berredo, que revelaria a data correta nos seus “Annaes Historicos do Maranhão”, publicados em 1749. Possui referências à outros documentos comprovatórios.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/afundacaodebelemreivindicacaohistorica1915" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A fundação da cidade de Nossa Senhora de Belém do Pará

O livro apresenta uma análise histórica da fundação da cidade de Belém, destacando a chegada dos portugueses à região, a expedição de Francisco Caldeira Castelo Branco para fundar a cidade em 1616, e a evolução da cidade ao longo dos séculos.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/afundacaodacidadedenossasenhoradebelemdopara/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A Estrada de ferro de Bragança : visão social, econômica e política

“A Estrada de Ferro de Bragança” de Ernesto Cruz é uma obra importante para entender a história e o impacto da construção da ferrovia no Pará, oferecendo uma visão abrangente e crítica sobre a obra e seu papel no desenvolvimento da região.

O autor também discute a importância da ferrovia para o desenvolvimento social e econômico da região, destacando a melhoria das condições de transporte, a promoção do comércio e a atração de investimentos para a região. Além disso, ele aborda a influência política na construção da ferrovia, mostrando como interesses políticos e econômicos se misturavam na época.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/aestradadeferrodebraganca/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A Concessão Ford e o governador Dionysio Bentes

“A Concessão Ford e o governador Dionysio Bentes: collectanea de artigos publicados em defesa do governador Dionysio Bentes, sobre a entrevista concedida a ‘Gazeta de Noticias’, do Rio de Janeiro, pelo senador Sousa Castro, em torno da concessão Ford de Tito Livio Barreiros” é uma publicação que reúne artigos escritos em defesa do então governador do Pará, Dionysio Bentes, em relação a um episódio envolvendo a concessão de terras para a empresa Ford no estado.

“A Concessão Ford e o governador Dionysio Bentes” reúne textos escritos por políticos, jornalistas e intelectuais paraenses que defendiam a postura do governador e criticavam a atuação de Sousa Castro na divulgação das acusações. A publicação é uma importante fonte para compreender as relações políticas e econômicas do Pará no início do século XX.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/aconcessaoford/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]

 

A Caminho da nova éra

Obra de teor Espírita sobre o desejo do surgimento de uma “nova era” para a humanidade baseada na fé-científica, ou seja, numa religião baseada em princípios científicos. Deveria ocorrer uma “reação espiritualista” para salvar o mundo do materialismo, do ateísmo que o levariam à sua eminente destruição.  Esta “nova era” surgiria através do Espiritismo, orientado por rigorosas pesquisas científicas.

 

[koo_button url="/publication/file/livros/acaminhodanovaera/" type="regular" size="small" icon="fa-search" target="_blank"] Ver Publicação [/koo_button]